Está agendada para as 18H00 de hoje a última homenagem a José Augusto Fernandes, o chefe dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo, que morreu no sábado, quando combatia um incêndio na Serra da Lousã, junto ao Trevim.
Para que todos possam participar e tendo em conta a necessidade de cumprir as normas de segurança definidas no âmbito da pandemia de covid-19, as cerimónias fúnebres terão lugar no pavilhão do quartel dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo.
Durante o dia de ontem, o comandante da corporação, Fernando Jorge, em conjunto com o comandante distrital de operações de socorro da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Carlos Luís Tavares, e o comandante da GNR desenvolveram várias diligências no sentido de organizar as cerimónias no quartel.
O corpo seja libertado às 11H00 de hoje pelo Instituto Nacional de Medicina Legal e fica em câmara ardente no quartel até ao final da tarde, altura em que decorrerá a cerimónia religiosa.
O funeral contará com honras de Estado, sendo que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, informou que irá marcar presença. Também Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna deverá participar.