Governo elogia competência e qualificação dos bombeiros voluntários

O ministro da Administração Interna afirmou esta terça-feira que os bombeiros voluntários foram a componente numericamente mais significativa no incêndio de Vila de Rei e Mação, provando que o voluntariado é competente, qualificado e responde de forma adequada às circunstâncias.

“Os bombeiros voluntários foram a componente numericamente mais significativa [no incêndio]. Tivemos aqui bombeiros de Beja ao Porto, além dos locais, e mais de 20 grupos de reforço, provando que o voluntariado é um voluntariado competente e verdadeiramente qualificado, que responde de forma adequada nestas circunstâncias”, afirmou Eduardo Cabrita.

O governante, que falava aos jornalistas depois de visitar o posto de comando da Sertã, no distrito de Castelo Branco, sublinhou também a presença, no combate ao incêndio que começou no sábado em Vila de Rei e que depois alastrou a Mação, já no distrito de Santarém, a presença das estruturas profissionais, quer dos bombeiros da Proteção Civil, quer a presença das Forças Armadas, destacando o papel logístico do Exército.

Fonte: JN